Notícias

Deputado continua negociações com moradores da ocupação Isidora

Deputado continua negociações com moradores da ocupação Isidora

No papel de mediador, o deputado Dr. Jean Freire participou nesta terça-feira, 25, de reunião com representantes dos moradores das ocupações Rosa Leão, Esperança e Vitória, situada na região conhecida como Isidora, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O encontro foi realizado no gabinete do deputado Rogério Correia, e contou com a participação, também, da deputada Marília Campos.

 

“Estou ao lado de vocês na busca por direitos. Solidariedade é importante, mas o que realmente vai mudar a realidade é uma política pública eficiente. É disso que estamos correndo atrás”, enfatizou Dr. Jean aos participantes.

 

Os deputados ouviram as pautas e se comprometeram a, novamente, levá-las ao governo estadual e à Prefeitura de Belo Horizonte. Ressalta-se que Dr. Jean vem acompanhando o processo de negociação desde fevereiro deste ano, quando foi apresentada a proposta para a construção de moradias do programa Minha Casa, Minha Vida no local da ocupação. O parlamentar os visitou, inclusive, no mês passado:“Estamos buscando uma solução justa, digna e pacifica para este conflito gravíssimo socioterritorial, que atinge seis mil famílias”, resumiu.

 

 

Pedidos e contrapropostas

 

O pedido fundamental realizado pelos representantes dos moradores da Isidora é que todas as famílias tenham moradia digna. Os deputados garantiram que isto ocorrerá e informaram que a proposta é que a ocupação Rosa Leão (que não será atingida pelo empreendimento do Minha Casa, Minha Vida) seja desapropriada e receba o maior número de famílias possível, além da realocação de outras em apartamentos do programa federal de dois ou três quartos, dependendo do número de integrantes.

 

Os líderes comunitários reivindicam, ainda, duas áreas da ocupação Esperança (uma que está sendo cobrada por pessoa física e outra que pertence a Santa Luzia), além de área de mais ou menos 3 hectares também deste município e que fica na ocupação Vitória. O pedido é que estes terrenos sejam, também, regularizados e urbanizados. Dr. Jean e demais deputados levarão os pedidos ao governo e à prefeitura referida, uma vez que estas terras também não estão no projeto habitacional do governo federal.

 

Além destes remanejamentos, os deputados informaram que o governo de Minas Gerais pagará R$500,00 mensais (auxílio pecuniário) até o fim das obras às famílias que forem alocadas em apartamentos. O prazo para as construções dos prédios de 2 quartos é de 18 meses, e estas pessoas terão prioridade frente as demais candidatas do programa Minha Casa, Minha Vida.

 

Um dos pontos de maior debate é o cadastramento prévio das famílias da região da Isidora. Para o deputado Dr. Jean e para os representantes dos moradores, é essencial que este seja feito, para que haja a garantia de que todos serão contemplados. Porém, este é um processo demorado, o que poderia atrasar os reassentamentos e, por isto, é rejeitado pelo governo. “Tem que haver confiabilidade de ambas as partes. Vamos nos esforçar para a realização do cadastro. Se este não for possível, o governo dará garantia de que todos terão suas moradias”, afirmou Dr. Jean.

 

Assessoria de Comunicação

Fotos: divulgação

Compartilhe

Comente