Notícias

Dr. Jean é designado relator da Comissão das Águas

Dr. Jean é designado relator da Comissão das Águas

Colegiado foi instalado na ALMG para debater a escassez de recursos hídricos

 

“O grande dilema não é acabar com a seca e, sim, conviver com ela. E isso, o povo do Vale do Jequitinhonha sabe fazer, pois, enquanto um ser humano necessita de 100 litros de água por dia para viver dignamente, conforme dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), os daquela região se habituaram a viver com cerca de 20 litros”, alertou o deputado Dr. Jean Freire na cerimônia de instalação da Comissão Extraordinária das Águas. No evento, realizado na tarde da segunda-feira, 23, no Salão Nobre da Assembleia Legislativa, o parlamentar foi designado relator do colegiado, que tem o objetivo de promover um amplo debate sobre a gestão e o uso racional dos recursos hídricos.

 

A Comissão das Águas foi retomada nesta legislatura (e vigorará até o final dela) a requerimento de Dr. Jean, preocupado com a atual escassez de água no sudeste brasileiro. “Preciso parabenizar a atual diretoria da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) por descobrir em tão pouco tempo a situação deixada pelo governo anterior: um estado literalmente enxuto”, ironizou o deputado, ao fazer um paralelo com a situação financeira de Minas Gerais.

 

Dr. Jean foi ovacionado pelos presentes à solenidade ao lembrar um dos projetos mais maléficos para este momento de crise e de seca histórica no Jequitinhonha: a construção de um mineroduto do Projeto Vale do Rio Pardo, da SAM Sul Americana de Metais. Com o empreendimento, grande quantidade de água que poderia ser utilizada para o consumo humano, será destinada para o transporte de minério de ferro. "O mineroduto vai retirar 14% da água da Barragem de Irapé, no rio Jequitinhonha. Isso assusta o povo do Vale e com razão. Vamos defender outras possibilidades de transporte do minério que permitam a preservação de nossas fontes hídricas”, explicou. O deputado enfatizou que pretende discutir assuntos como as nascentes de água e a revitalização dos rios durante os trabalhos da Comissão.

 

Como médico, Dr. Jean ressaltou o que significa a falta de água na vida das pessoas: "Água é um elemento essencial à vida. Como profissional da saúde, afirmo que mais de 80% das doenças são originárias por veiculação hídrica. E temos que lembrar que nosso corpo é formado por 70% de água, o que ilustra sua importância”.

O objetivo da Comissão das Águas, segundo Dr. Jean, "é ampliar a participação dos diversos segmentos da sociedade na discussão sobre a água e buscar soluções conjuntas para enfrentar a crise".

 

Participaram também da cerimônia de instalação da Comissão Extraordinária das Águas representantes do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (IGAM), Copasa, Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais e Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte (Granbel), além de presidentes de 36 Comitês de Bacias Hidrográficas mineiras.

 

Colegiado — A Comissão, composta por cinco parlamentares, foi criada a pedido do deputado Dr. Jean Freire, para dar continuidade aos trabalhos iniciados pela Comissão Extraordinária das Águas da 17ª Legislatura (biênio 2013-2014) e para apoiar a atuação do Poder Legislativo, que busca assegurar ao estado de Minas Gerais estratégias políticas articuladas e sistêmicas relacionadas à gestão hídrica e políticas intersetoriais coerentes com os desenvolvimentos social, econômico e ambiental sustentáveis.

Membros efetivos: Iran Barbosa, presidente; Leandro Genaro, vice-presidente; Arnaldo Silva; Dr. Jean Freire, relator e João Vitor Xavier.

Membros suplentes: João Alberto; Douglas Melo; Celise Laviola; Elismar Prado e Gustavo Corrêa.

Durante a vigência da Comissão, serão realizados na ALMG Seminários para a participação de todos os agentes ligados à temática.

 

• Como acompanhar e participar da Comissão das Águas?

Presencialmente, nas reuniões da comissão, que são públicas

Pelo Portal da Assembleia (www.almg.gov.br):

Agenda da comissão e resultado das reuniões.

 

- Fale com a Assembleia – É o canal de comunicação do cidadão com o Legislativo mineiro, por meio do qual ele pode entrar em contato com a administração da ALMG, enviando opiniões, sugestões, comentários, solicitações e denúncias.

 

- Consulta pública – O cidadão que não tenha como participar de forma presencial das discussões realizadas pelos deputados ou que não esteja diretamente ligado a entidades ou movimentos sociais pode dar sua opinião sobre assuntos específicos. Será criada uma consulta pública par ao seminário sobre recursos hídricos.

 

Pela TV Assembleia, que faz a cobertura completa das atividades da Assembleia, com transmissões ao vivo e programas especiais. A TV Assembleia transmite para todo o Estado, via satélite, a programação do Legislativo mineiro, que pode ser vista pelo Portal e em canal aberto (Canal 11)

 

Assessoria de Comunicação

 

Fotos: divulgação

Compartilhe

Comente