Notícias

Dr. Jean Freire participa do 55º Congresso da UNE em Belo Horizonte

Dr. Jean Freire participa do 55º Congresso da UNE em Belo Horizonte

Além da eleição da nova diretoria da entidade, a programação contou com a realização de diversos debates e manifestações culturais 

Na última sexta-feira, 16, o deputado Dr. Jean Freire participou um debate sobre "Assistência Estudantil e os Desafios da Universidade Democratizada", na Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade Federal de Minas Gerais(UFMG). O evento integra a programação do 55º Congresso da União Nacional dos(as) Estudantes (Conune). Também estavam presentes na mesa a Pró-reitora de Ações Afirmativas e Assistência Estudantil da Universidade Federal da Bahia (UFBA)O, Cássia Virgínia Bastos Maciel; a Pró-reitora de Sustentabilidade e Integração Social da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Fabiana de Souza Costa, e o advogado e militante do Partido dos Trabalhadores, Patrick Campos Araújo.

Em sua fala, o deputado ressaltou a importância e a necessidade de que a assistência estudantil seja amplamente debatida a fim de garantir, para além do ingresso, a permanência dos estudantes de baixa renda dentro das universidades. “Nós não podemos pensar apenas no ingresso dos estudantes nas universidades. Esse foi apenas um passo e agora nós precisamos urgentemente avançar nos outros. É necessário e improtelável a discussão e a elaboração e fortalecimento de políticas públicas voltadas para a assistência estudantil para que os nossos estudantes tenham condições de permanecer na universidade”, afirmou.  

Em maio deste ano, foi aprovado no plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG)  o Projeto de Lei (PL) nº 4.092/17, de autoria do governador Fernando Pimentel, que institui o Programa de Assistência Estudantil na Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG) e na Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes). Junto à proposta do governador, foi anexado o PL nº 2.242/2015, de Dr. Jean, que também dispunha sobre a política de assistência estudantil  nas universidades estaduais de Minas Gerais.

Ao final do debate, Dr. Jean fez questão de ressaltar a responsabilidade do Estado em garantir o acesso à educação a todos(as). “É preciso compreender a educação como um direito de todos e todas e um dever do Estado.  As políticas de assistência estudantil devem ser vistas como um direito social e como a garantia política da cidadania e dignidade humana”, disse. Ele ainda parabenizou todos(as) os(as) estudantes presentes por construírem um evento tão importante como o Congresso. “É uma alegria imensa estar aqui ao lado de estudantes tão aguerridos(as) que lutam para construir um modelo de educação cada vez mais democrático e pela implementação de políticas públicas que visem garantir a permanência dos estudantes dentro das universidades. Estamos juntos nessa luta”, completou.

O Conune

Em sua 55ª edição, o Congresso da União Nacional dos Estudantes (Conune), principal fórum deliberativo do movimento estudantil brasileiro, aconteceu entre os dias 14 e 18 de junho, na Universidade Federal de Minas Gerais. Realizado a cada dois anos, é o momento em que estudantes de todas as regiões do país, eleitos delegados em suas universidades, elegem a nova diretoria e presidência da UNE, que é a entidade máxima de representação dos estudantes brasileiros.

No domingo, 18, último dia de congresso, foi realizada a eleição da nova diretoria da entidade. A chapa “Frente Brasil Popular: a unidade é a bandeira da esperança”, formada pelo Levante Popular da Juventude, a União da Juventude Socialista (UJS), a Democracia Socialista (DS) entre outros grupos, foi eleita com quase 80% dos votos.

 

A UNE

A história da entidade se confunde com a história do nosso país. Fundada em  1937, a UNE esteve presente em momentos importantes da política nacional como no período da Ditadura Militar, em que os estudantes organizados foram duramente perseguidos; em 2016, quando nossa tão frágil democracia sofreu outro golpe que retirou a presidente democraticamente eleita, Dilma Rousseff, e atualmente, se posicionando contra os desmontes promovidos pelo governo golpista de Michel Temer, como as reformas Trabalhista e da Previdência, e lutando ao lado dos estudantes brasileiros por mais educação e mais igualdade de direitos.

 

Assessoria de comunicação

Fotos: divulgação 

Compartilhe

Comente