Notícias

Dr. Jean participa do VI Fórum da Mulher do Jequitinhonha, em Araçuaí 

Dr. Jean participa do VI Fórum da Mulher do Jequitinhonha, em Araçuaí 

O evento reuniu mulheres de diversas cidades da região para debater políticas de enfrentamento à violência 

A história do povo do Jequitinhonha é marcada por inúmeras lutas. Em todas elas, as mulheres têm um papel especial. Seja no que diz respeito à educação, seja na luta pela terra, pela água ou por moradia, elas sempre demonstraram sua força e determinação. E por esta razão, a luta das mulheres do Vale têm sido também uma luta do mandato do deputado estadual Dr. Jean Freire que, neste fim de semana, esteve presente no VI Fórum da Mulher do Jequitinhonha, que aconteceu durante os dias 9 e 10, na sede do Planalto Tênis Clube, em Araçuaí. 

Realizado pela da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), por meio do  Programa de Extensão Pólo Jequitinhonha em parceria com o Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre a Mulher (Nepem) e com a prefeitura de Araçuaí, o Fórum deste ano abordou a violência contra a mulher e as políticas públicas que visam fortalecer a organização das mulheres em torno dos seus direitos. Durante os debates, foi destacada a dificuldade em levantar dados relacionados aos índices de violência, o que acaba gerando a falta de denúncia e a impunidade.

Foi realizada uma análise de conjuntura tratando das perdas de direitos, como a Reforma da Previdência, tema das manifestações do 8 de março deste ano - Dia Internacional de Luta das Mulheres. A Reforma proposta pelo atual governo atingirá, na sua maior parte, as mulheres do campo e profissionais da educação. 

Oficinas

 

Além dos debates, ainda foram propostas diversas oficinas para discutir de forma mais prática as questões ligadas à mulher, como a visibilidade e o empoderamento das mulheres lésbicas e trans; as mulheres e as águas do Vale; a prevenção da violência no campo; a violência contra as mulheres negras, os 10 anos da Lei Maria da Penha e a importância de que a violência de gênero seja pautada dentro das escolas. 

Um dos trabalhos apresentados durante o Fórum aponta alguns índices preocupantes, como a queda de posição do Brasil no ranking dos direitos da criança e do adolescente em 2016: o Brasil caiu de 43º para 107º lugar. Outra questão é a exploração sexual que acontece às margens das rodovias, sobretudo nas BRs 116 e 101. 

 

Para Dr. Jean, o evento é de suma importância para ampliar este debate e dar visibilidade às demandas das mulheres do Vale. “Fico imensamente feliz por participar de um momento tão importante e enriquecedor como este”, disse. 

 

Audiência públicas

No ano passado, a pedido de Dr. Jean, a Comissão de Participação Popular da Assembleia Legislativa realizou uma audiência pública para debater a violência contra a mulher nos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, que contou com participação expressiva de mais de 100 mulheres de 20 cidades distintas. As mulheres aproveitaram o momento para solicitar a Dr. Jean e ao deputado estadual Rogério Correia (PT), que também participou do evento, que fossem destinados recursos para auxiliar no enfrentamento da violência contra a mulher no Vale do Jequitinhonha. 

 

Projetos de Lei 

No intuito de contribuir ainda mais para a luta das mulheres, não só do Vale, mas de todo o estado, o deputado Dr. Jean Freire protocolou o Projeto de Lei nº 4.005/2017, que  visa instituir a “Política Estadual para o Sistema Integrado de Informações de Violência Contra a Mulher no Estado de Minas Gerais – Observa Mulher-MG”, que tem por finalidade ordenar e analisar dados sobre atos de violência praticados contra a mulher em Minas Gerais, bem como promover a integração entre os órgãos que atendem a mulher vítima de violência. 

Além disso, o deputado também protocolou o Projeto de Lei nº 4.003/2017, que visa impedir o uso de recursos públicos para contratação de artistas que, em suas músicas, danças ou coreografias, desvalorizem ou exponham as mulheres a situação de constrangimento ou incentivem a violência contra as mulheres. Este é mais um passo de Dr. Jean Freire no enfrentamento à violência contra a mulher.

 

Sede do VII Fórum já foi escolhida

Ao final do Fórum, além dos diversos encaminhamentos, também foi realizada a eleição da cidade-sede do próximo Fórum da Mulher, que será a cidade de Diamantina, no Alto Jequitinhonha. Além disso, formou-se uma comissão permanente de enfrentamento à violência contra a mulher. 

Dentre as lideranças presentes, estavam a Coordenadora do Pólo de Integração do Fórum da Mulher do Vale do Jequitinhonha, Maria das Dores Pimentel Nogueira; o prefeito de Araçuaí, Armando Jardim Paixão; a Secretária de Desenvolvimento Social de Araçuaí, Erly Souza Rocha; a coordenadora do VI Fórum da Mulher do Vale do Jequitinhonha, Maria Alice Braga; a coordenadora do Programa Fórum da Mulher do Jequitinhonha, Marlize Matos, e a prefeita de Coronel Murta, Amariles Santos Limas. 

 

Homenagem

As mulheres de luta do Vale do Jequitinhonha prestaram uma homenagem a Lízian Martins,  Assistente Social da Associação dos Municípios da Microrregião do Alto Jequitinhonha (Ameje), pelo desempenho incansável para organização do VI Fórum da Mulher em Araçuaí e pela articulação e mobilização social que vem desenvolvendo enquanto profissional. 


A assessora do mandato, Lucimária Borges, presenteou Lizian com um artesanato da Sra. Laurinda de Itaobim.

 

Assessoria de Comunicação
Fotos: divulgação 

Compartilhe

Comente