Notícias

MAB constrói hortas agroecológicas em comunidades rurais do Vale do Jequitinhonha

MAB constrói hortas agroecológicas em comunidades rurais do Vale do Jequitinhonha

No início deste mês, iniciou-se no Vale do Jequitinhonha a implantação de hortas familiares, livres de agrotóxicos e com produção de pequenos animais, organizado pelo Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB). Conhecido como PAIS – Produção Agroecológica Integrada e Sustentável, o projeto consiste em uma horta circular com um galinheiro no centro e um pomar em torno. Com ele se produz hortaliças, frangos, ovos e frutas sem utilização de agrotóxicos e adubos químicos. A irrigação é feita por gotejamento, que utiliza a água de forma econômica e eficiente. Dessa forma, o MAB visa garantir o direito dos atingidos e atingidas por barragens de produzir alimentos saudáveis e energia.

A primeira horta construída no Vale do Jequitinhonha foi na comunidade quilombola do Pega, em Virgem da Lapa. Ao todo, serão 40 famílias beneficiadas, distribuídas pelos municípios de Francisco Badaró, Araçuaí, Virgem da Lapa e Coronel Murta.

Como grande apoiador dos agricultores e agricultoras familiares e dos atingidos e atingidas por barragens, o mandato Dr. Jean Freire esteve presente em todos os dias de construção destas hortas, representado pelo assessor Hans Halbens Ruas. Todo o projeto é feito de forma coletiva. Confira aqui como foi a instalação das hortas em algmas dessas cidades. 

Coronel Murta

Francisco Badaró

Virgem da Lapa

Assessoria de Comunicação/ MAB

Fotos: Divulgação

 

Compartilhe

Comente