Notícias

Mandato Dr. Jean Freire fortalecendo a luta dos povos dos Vales

Mandato Dr. Jean Freire fortalecendo a luta dos povos dos Vales

Representado por sua assessoria, o mandato Dr. Jean Freire tem atuado diretamente no enfrentamento à violência contra às mulheres e na luta pelos direitos dos povos atingidos.  

No dia 27 de maio, a assessora Lizian Martins representou o mandato Dr. Jean Freire na I Conferência de Saúde da Mulher, realizada em Francisco Badaró. Lizian contribui com a palestra sobre a Violência contra a Mulher, trazendo elementos históricos da estruturação da Divisão Sexual do Trabalho, a construção do fenômeno da violência de gênero, dados estatísticos da violência a nível nacional, estadual e regional e os mecanismos desenvolvidos para o enfrentamento da mesma.

Um espaço de exercício do controle social, de participação da população na construção e no fortalecimento das políticas públicas na área da saúde, principalmente para as mulheres, a conferência abordou também o combate ao tabagismo. Logo em seguida, houve o momento de trabalho em grupo para levantamento de propostas a partir dos eixos nacionais e estaduais de debate em relação à saúde da mulher.

Na última segunda-feira, 29, a assessora esteve presente na reunião do Fórum Estadual de Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres do Campo, da floresta e das águas, realizada na Cidade Administrativa de Mina Gerais, em Belo Horizonte. O Fórum é uma instância estadual composta pelas secretarias estaduais de Governo e por e por instituições da sociedade civil, que têm atuação no que se refere às políticas para as mulheres. Além disso,  propicia um espaço de articulação a nível estadual de iniciativas de fortalecimento da rede de enfrentamento e de realização de ações preventivas em relação à violência contra a mulher.

Durante a reunião, foi discutida uma uma proposta de construção de Fóruns Regionais Permanentes de Enfrentamento à violência contra a mulher nas três microrregiões do Alto, Médio e Baixo Jequitinhonha, além de outras iniciativas de articulação da rede. Na ocasião, também foram compartilhados os desafios para potencializar o trabalho da Unidade Móvel de Acolhimento à Mulher (ônibus Lilás), situada em Araçuaí, mas que atende os municípios da região do Médio Jequitinhonha.

Em todas agendas foi reforçado o compromisso do mandato no fortalecimento das políticas para as mulheres e do enfrentamento a todas as formas de violência.

 

“Água e energia não são mercadorias”

Nos dias 30 e 31 de maio, nossa assessora participou das mesas de diálogo que o Movimento dos(as) Atingidos(as) por Barragens (MAB) teve no Vale do Jequitinhonha, com o propósito de solucionar alguns conflitos existentes na região. A primeira delas foi realizada no Centro Diocesano de Araçuaí, com os atingidos da Barragem de Irapé, construída pela Companhia Energética de Minas Gerais (CEMIG), há mais de uma década.

O encontro contou com a presença de, aproximadamente, 100 pessoas dos municípios de Araçuaí, Virgem da Lapa, Coronel Murta, Almenara, Jequitinhonha, Turmalina, Leme do Prado, Berilo e Jacinto. Estiveram presentes também representantes da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (SEPLAG); da CEMIG; Polícia Militar; Prefeitura Municipal de Araçuaí; do Ministério Público; da Secretaria Estadual de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania (SEDPAC); da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social (SEDESE) e da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Agrário (SEDA).  Participaram, ainda, lideranças de movimentos sociais e da sociedade civil.

A segunda mesa de diálogos ocorreu no dia 31 de maio, no Salão Comunitário da comunidade Agrovila 2, do município de Chapada do Norte. Estiveram presentes os atingidos pela Barragem do rio Setúbal, dos municípios de Francisco Badaró, Jenipapo de Minas e Chapada do Norte. Foram identificada, por nossa assessoria, diversas demandas dos atingidos, principalmente relacionadas à falta de acesso à água de qualidade para consumo. Outras questões como as condições extremamente precárias das estradas e a necessidade das titulações das propriedades dos reassentados da barragem também foram debatidas. Além disso, os atingidos também denunciaram o descumprimento dos acordos que foram firmados no processo de reassentamento das famílias atingidas pela Barragem do Setúbal.

As mesas foram frutos de uma intensa jornada de lutas em defesa dos direitos dos atingidos, realizada durante o mês de março, na qual foram pautadas diversas demandas em relação à água e à energia para a população atingida, direta ou indiretamente. O Mandato do Deputado Dr. Jean Freire tem destinado constante apoio na luta dos atingidos por barragens na região e em todo o estado de Minas, fomentando a construção de audiências públicas para debater o direito dos atingidos e unindo esforços para fortalecer a luta dos mesmos.

 

Assessoria de comunicação

Fotos: divulgação

Compartilhe

Comente