Notícias

Parlamento Jovem de Minas destaca importância da política

Parlamento Jovem de Minas destaca importância da política

Projeto da Escola do Legislativo em parceria com câmaras municipais reforça formação política dos jovens.


“A sã política é filha da moral e da razão”. Ao abrir a solenidade de lançamento do Parlamento Jovem (PJ) de Minas 2018, nesta segunda-feira (9/4/18), o 1°-vice-presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), deputado Lafayette de Andrada (PSD), citou o “Patriarca da Independência”, José Bonifácio de Andrada e Silva, para sublinhar a importância do exercício da política na construção da sociedade.

Representando o presidente da ALMG, deputado Adalclever Lopes (PMDB), Lafayette de Andrada mencionou que o País vive um momento político difícil e que o excesso de notícias e a forma como a mídia em geral trata os fatos políticos leva o cidadão médio a manifestar desânimo e até mesmo ojeriza à ação política. “Mas a política, em si, não é boa nem ruim; é apenas uma ferramenta que, dependendo de quem a opera, poderá ter consequências positivas ou negativas”, disse.

"A parceria entre ALMG e Câmaras Municipais é extremamente benéfica para Minas. Que tenhamos, a cada dia mais, mais jovens na política", enfatiza Dr. Jean Freire, presidente da Comissão de Participação Popular da Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais (ALMG), âmbito no qual as propostas dos jovens são recebidas nesta Casa Legislativa. 

O deputado também ressaltou a importância do tema do Parlamento Jovem 2018, a "Violência Contra a Mulher". "Este é um assunto sensível ao nosso mandato, que tem assessoria exclusiva para tratar a temática no Vale do Jequitinhonha", reforçou. 

Projeto chega maduro à adolescência

Ao lado do diretor-geral adjunto da Assembleia, Wamberto Dias da Silva, a gerente-geral em exercício da Escola do Legislativo, Vera Lúcia de Castro Assis, lembrou que o PJ Minas está completando 15 anos, “a idade da adolescência e da rebeldia”, com muita maturidade.

“A formação política do jovem vai além da simples aquisição de conhecimento e informação. Ao se preparar para as diferentes etapas do PJ, o jovem é desafiado a refletir e a propor soluções para os diversos problemas em sociedade, avançando nos conceitos de política, representação e cidadania", afirmou Vera.

Ela destacou ainda a importância do tema escolhido pelos jovens para a edição deste ano – Violência contra a Mulher, e ressaltou o papel das câmaras municipais. “O PJ é, desde a sua concepção, um exemplo de prática participativa e interlocução com a sociedade”, disse, acrescentando que a parceria com as câmaras municipais tem sido fundamental.

Vereadores destacam importância da formação política

A edição 2018 do PJ Minas conta com a participação de 88 câmaras municipais, 27 a mais do que no ano passado. À solenidade de lançamento compareceram diversos vereadores e presidentes de legislativos municipais, todos unânimes em exaltar a importância do projeto na formação política dos jovens.

Geraldo Moreira da Costa Filho, presidente da Câmara Municipal de Curvelo (Região Central do Estado), disse que, ao ingressar no projeto, a cidade inscreveu cinco escolas. Hoje, já conta com 15 escolas (duas rurais) e 60 alunos participantes, que dispõem de transporte e lanche gratuitos. “O PJ já foi institucionalizado como programa de governo da Câmara Municipal de Curvelo”, afirmou, orgulhoso.

O presidente da Câmara Municipal de João Pinheiro (Noroeste de Minas), Alexandre Vieira Machado, elogiou o tema escolhido para esta edição, enquanto o presidente da Câmara Municipal de Gonçalves (Sul de Minas), Luciano Romão Leite, disse textualmente: “Prefiro gastar R$ 50 mil nesse projeto do que R$ 10 mil em sessão solene para entrega de título”.

Participante da edição do PJ Minas em 2013, o jovem Rainer da Silva Alves, diretor do Departamento de Juventude da Câmara Municipal de Caratinga (Vale do Rio Doce), também exaltou o projeto. “Desconheço qualquer outra ferramenta capaz de mudar o País que não seja a educação, e esse é um projeto de educação política”, afirmou.

ALMG com edições do mandato

Foto: William Dias/ALMG

Compartilhe

Comente