Notícias

Problema de abastecimento de água em Lelivéldia é solucionado após intervenção de Dr. Jean

Problema de abastecimento de água em Lelivéldia é solucionado após intervenção de Dr. Jean

Na última semana, o deputado Dr. Jean Freire participou de várias reuniões com órgãos do Governo para debater propostas de desenvolvimento e soluções para os principais problemas enfrentados pelo Vale do Jequitinhonha. Um dos mais graves destes é a seca, que já se caracteriza como um das mais intensas dos últimos anos.

 

No dia 4 de janeiro, acompanhado pelos vereadores de Berilo, Silvano Esteves, Gilvander, e o vice-prefeito, Adalberto Cunha, o deputado se reuniu com a presidente da COPASA, Sinara Meireles para tratar do abastecimento de água no município.

 

A cidade de Berilo sofre com a falta de água há vários meses e a região mais afetada é a zona rural, especialmente o distrito de Lelivéldia. A empresa responsável pelo abastecimento de água na região é a COPANOR, subsidiária da COPASA. De acordo os representantes do município, a situação se agravou depois que a barragem que era utilizada para captação de água foi destruída pelo dono da propriedade onde a mesma foi construída. Desde o ocorrido, a população estava sem água até mesmo para beber.

 

Questão da água em Lelivéldia

O problema da água no distrito é antigo e Dr. Jean tem agido de maneira incessante para resolvê-lo. Vale lembrar que, em sua luta pela água em Lelivéldia, Dr. Jean conta com o apoio dos vereadores Wanderley Reis, presidente da Câmara Municipal de Berilo, Vandim do Hospital, Edmilson Silva, Silvano Esteves e Dim Ramalho, que acompanharam o deputado em diversas reuniões na COPANOR e que estiveram presentes na audiência pública sobre crise hídrica no Vale do Jequitinhonha, realizada em dezembro e requerida por Dr. Jean.

Para Dr. Jean, o problema da crise hídrica, além de ser climático, é também relacionado à gestão. Segundo Sinara, que disse desconhecer a situação apresentada pelos representantes do município, é preciso mudar a visão operacional da empresa, pois os problemas precisam chegar ao conhecimento de quem os compete resolver. “Quando o problema aparecer, ele precisa ser considerado e checado para que as soluções sejam buscadas. Por isso é muito importante que vereadores, prefeitos e deputados tenham contato direto com a COPASA e com a COPANOR”, afirmou.

 

Após a intervenção de Dr. Jean junto à COPASA, os moradores do distrito de Lelivéldia informaram que as obras de recuperação da barragem já haviam sido iniciadas. Entretanto, devido à gravidade do problema, está sendo avaliada a necessidade de acionar o Ministério Público para investigação do caso.

 

Qualidade da água

Segundo Adalberto Cunha, além de faltar água constantemente, quando acontece o abastecimento, os moradores não tem confiança de ingerir a água devido a qualidade da mesma. “Nos períodos de chuva a água cai na torneira assim como sai do rio. Ninguém tem confiança de beber”, afirmou. Ele ainda reclamou da falta de tratamento do esgoto, que é depositado diretamente no rio. “O esgoto é jogado in natura no rio. Não é tratado”, completou.

 

A COPANOR

Criada há sete anos, a COPANOR está presente em 32 municípios do Vale do Jequitinhonha. A empresa utiliza desde que foi criada recursos do Fundo Estadual de Saúde e tem enfrentado problemas quanto ao seu funcionamento. Segundo Sinara, a Secretaria de Finanças do Governo do Estado está debruçada na tentativa de equacionar tais problemas e cogita-se a possibilidade de destinar recursos do Fundo de Erradicação da Miséria (FEM) para a empresa.

 

 

 

Assessoria de Comunicação

 

Fotos: divulgação

 

 

 

 

Compartilhe

Comente